A ‘escassez’ da tripulação de cabine fez com que a pontualidade da IndiGo caísse no sábado; DGCA busca relatório da companhia aérea


NOVA DÉLHI: Uma imprevista falta de tripulação de cabine levou ao atraso de centenas de voos da IndiGo no sábado (2 de julho). Dados do governo mostram que apenas 45% dos voos da IndiGo – que opera quase 1.600 serviços domésticos e internacionais diariamente – conseguiram operar no horário (dentro de 15 minutos do horário de partida programado) no sábado. A Direção Geral de Aviação Civil (DGCA) pediu um relatório da companhia aérea – que ao longo dos anos construiu uma reputação de pontualidade – sobre a queda repentina e acentuada.
Aliás, o Grupo Tata Air India e a AI Express estão realizando entrevistas para contratação de tripulação de cabine nos dias de hoje. Especialistas do setor dizem que uma porcentagem considerável da tripulação de cabine do IndiGo não apareceu neste fim de semana pode ter sido devido a eles terem entrado na IA.

Captura de tela 03/07/2022 às 15h58.53

Fonte: site do ministério da aviação
Comentários da IndiGo foram procurados e aguardam.
Dados da DGCA mostram que a IndiGo foi responsável por quase 58 de cada 100 passageiros domésticos no mês passado. Em 2 de julho, quase 3,3 lakh de pessoas voaram dentro do país. Usando a mesma proporção, quase 1,9 lakh de pessoas deveriam ter voado no IndiGo doméstico no sábado. Uma estimativa muito aproximada mostra que apenas menos de 1.000 voos poderiam ter sido atrasados ​​no sábado, afetando bem mais de um lakh de passageiros – domésticos e internacionais.
Nos últimos meses, o descontentamento da tripulação vem se formando em meio à IndiGo devido aos contínuos cortes salariais em tempo de pandemia. Tudo começou com pilotos planejando licenças em massa e a IndiGo suspendendo alguns deles em abril, violando “termos de emprego e código de conduta da empresa”. Agora, o descontentamento parece ter se espalhado para a tripulação de cabine. O Tata Group e a startup Akasa estão contratando majoritariamente, dando opções a funcionários de companhias aéreas insatisfeitos que não existiam antes.
Para ter certeza, o renascimento pós-Omicron no tráfego doméstico foi fortemente atingido pelo aumento dos preços dos combustíveis que forçaram as companhias aéreas a aumentar as tarifas aéreas.
Em 2 de julho de 2022, vários voos da IndiGo foram atrasados ​​à espera da tripulação de cabine. Dados do ministério mostram que 2.591 voos domésticos e 456 internacionais operaram no sábado. O desempenho pontual de diferentes companhias aéreas no sábado foi: AirAsia India em 98,3%, GoFirst em 88%, Vistara em 86,3%, SpiceJet em 80,4% e a Air India em 77,1%. O IndiGo ficou no fundo com 45,2%, possivelmente seus piores números de todos os tempos.
“Um grande número de membros da tripulação de cabine estava de licença. Esta saída quase em massa viu OTP afundando”, disseram fontes.





Source link